top of page
Aporofobia

Aporofobia

€15,90Preço

Ferias 50

APOROFOBIA: Você não conhece a palavra, mas conhece o sentimento
 

Um livro ilustrado, feito em parceria com o padre Julio Lancelotti, sobre um preconceito que afeta toda a nossa sociedade: o medo e a aversão às pessoas pobres. Pessoas em situação de rua precisam conviver com agressões físicas e verbais o tempo todo ― elas são alvo de um preconceito que até pouco tempo atrás não tinha nem mesmo nome, mas hoje é conhecido como "aporofobia" ou "pobrefobia".

 

Neste livro, feito pela premiada dupla Blandina Franco e José Carlos Lollo, leitores de todas as idades acompanharão uma família que precisa carregar vários adjetivos que não lhes pertencem, mas lhes são designados por serem pobres e estarem morando na rua. A partir desta situação, os autores escancaram um preconceito velado ― mas muito presente ― no Brasil de forma potente. Esta é, sem dúvidas, uma leitura importante para a construção de um país mais justo e menos desigual.

 

“Ao mesmo tempo simples e complexa, esta história nos força a entender o cotidiano de pessoas que vivem em situação de rua, que são agredidas a todo momento pela percepção que desumaniza e destrói os pobres, os fracos e os pequenos.” ― Padre Julio Lancelott

 


Sobre os Autores

BLANDINA FRANCO e JOSÉ CARLOS LOLLO fazem livros para crianças, pintam soldadinhos de plástico e cozinham risotos nos finais de semana. A parceria dos dois já rendeu alguns prêmios, um filho chamado José, algumas moedas de chocolate, três medalhas de natação do filho deles e mais de quarenta livros editados, entre eles quatro Puns publicados pela Companhia das Letrinhas: Quem soltou o Pum? (2010), Soltei o Pum na escola! (2012), Deixei o Pum escapar (2013) e O Pum e o Piriri do Vizinho (2016).

PADRE JULIO LANCELOTTI é um pedagogo e sacerdote católico brasileiro. Atualmente exerce a função de pároco da paróquia de São Miguel Arcanjo, no bairro da Mooca, na cidade de São Paulo. Além da paróquia, o padre é responsável pelas missas realizadas na capela da Universidade São Judas Tadeu, situada na mesma rua, e também exerce a função de vigário episcopal para a Pastoral do Povo da Rua da Arquidiocese de São Paulo.

Esgotado
80 Histórias

Produtos relacionados